vestidodechita

É noite e vou de macaquinho SIM!!!

06.abr.2018

Não importa a ocasião, quando bem combinado, o macaquinho é aposta certa para qualquer hora do dia ou para a noite. Mais curtinhos para uma balada, mais comportadinhos para uma festinha à noite. Sempre são bem-vindos.

O macaquinho combina frescor, estilo e conforto. Peça única e prática para todas os eventos.

Está num churrasco de sábado que virou balada? Troque a rasteirinha por aquele salto que você sempre deixa no carro e, partiu balada de macaquinho mesmo.

Para o período de altas temperaturas, é tudo de bom. Para os períodos mais frios, basta combinar com uma bota e um casaco estiloso e também estará super pronta.

As peças com manga e tecidos leves, como o Macaquinho Cris, vão muito bem em qualquer hora do dia pois não são tão quentes a ponto de serem evitadas em dias de muito sol, mas cobrem braços para uma saidinha noturna.

Dica 1: estampas mais escuras para baladas, salto alto, sandálias de saltos grossos, acessórios mais pesados.

Dica 2: para outras festas noturnas que não chegam a ser uma balada, use o look mais básico, com acessórios como um cinto largo, braceletes e maxi colar; acessórios de cabelo e saltos.

A Vestido de Chita tem uma coleção de macaquinhos com muitas opções de cores e modelos. Clique aqui e acesse.

A moda não deve ser uma pressão para as mulheres, diz consultora de imagem

30.mar.2018

Para Shaila Manzoni, consultora de imagem, a moda ainda tem influenciado de uma forma negativa, fazendo as mulheres se sentirem pressionadas. Ela lembra que é preciso ser diferente.

“A gente precisa olhar pra moda como uma influência positiva, como aquela que é capaz de acentuar nossa individualidade e não de nos uniformizar. A moda precisa ajudar a expressar quem a gente é e como a gente vê a vida”, afirma.

E para evitar as pressões da moda, segundo Shaila, nada melhor que autoconhecimento. “Quando a gente se conhece e sabe qual mensagem que a gente quer passar, a gente tem uma clareza do que quer usar”.

Para a consultora, se está “na moda” usar cropped, mas se esse tipo de roupa não tem a ver com quem você é, não tem a ver com aquilo que quer comunicar, não se deve usar a peça. “É com o autoconhecimento que você elimina as pressões da moda.

Ela lembra ainda que se vestir para o outro não é bom porque, independente da forma que você vestir, vai ter sempre alguém que gosta e alguém que não gosta. “Precisamos nos vestir para nós mesmas. Nossa imagem vai passar uma mensagem para outra pessoa e é bom que essa mensagem seja verdadeira”, destaca Shaila.

Para fugir dessa vontade de só agradar o outro, ela também fala sobre a questão da auto aceitação. “Se eu me amo e me aceito, se minha autoestima tá elevada, tudo isso vai cooperar para que eu me sinta bem e não vou precisar da aprovação dos outros”.

De acordo com a consultora, seu trabalho é gerar transformação na vida das mulheres. “Faço isso por meio de um método que criei e foca no autoconhecimento. Preciso focar na parte interna e depois trabalhar a parte externa. Eu ajudo mulheres a descobrirem a verdadeira identidade delas e depois ajudo a se vestirem de acordo com tudo que foi descoberto”.

A profissional disse ainda que trabalha muito com a versatilidade das roupas e acha isso importante também pela questão do consumo consciente. “Quando a gente exercita a criatividade e utiliza as peças que temos, a gente evita o consumo por impulso”.

Para as leitoras do blog, Shaila deixa uma mensagem: “As mulheres precisam alegria na hora de se vestir. Eliminar o sentimento de inadequação. De vestir várias roupas e não gostar de nenhuma.”

Ela ainda recomendação que todas assistam o documentário “Embrace”, que fala muito da relação da mulher com o corpo.


Serviço:

Shaila Manzoni – Consultora de imagem
Instagram: @shailamanzoni
Email: shailamanzoni@gmail.com

 

Neste outono-inverno, a palavra chave é CONFORTO

22.mar.2018

A moda está sempre se renovando, mas, muitas vezes, nos devolve os clássicos da passarela. Os tecidos de alfaiataria e crepe em malha voltaram com tudo, trazendo o tradicional com mais serenidade, permitindo a criação de peças com cortes que valorizam o corpo da mulher.

Estampas como pied de poule e príncipe de gales são o hit desta estação e possuem um toque feminino e sofisticado.

Os cortes modelados, com manguinhas, gola em V, saia no estilo evasê e o famoso tubinho, dão um ar de romantismo e feminilidade, além do conforto, palavra chave do momento. São looks ótimos para o trabalho e ocasiões mais formais.

Outro modelo para a estação é o macacão. Peças curinga e que nunca saem de moda. Você precisa apenas saber escolher o modelo. Nosso novo modelo de decote em V alinhado com uma choker é discreto e sensual na media. As cores lisas e a estampa são a cara do outono.

Use e abuse do bom e velho vermelho sem medo!  Seja em detalhes combinando com outras cores ou para quem gosta de se arriscar, um look todo em vermelho. Cores quentes são formidáveis para dias frios e chuvosos.

Curiosidades: A estampa Príncipe de Gales foi criada pela Condessa Seafild, na escócia. Ela desejava uma padronagem para vestir seus guarda-caças. Ficou popular quando o Príncipe de Gales começou a usá-la muito e aos poucos se tornou um sucesso. Muito usada no guarda-roupa masculino, hoje, ela também brilha na moda feminina.

A leveza e elegância do tecido fluity

04.mar.2018

O próprio nome já nos lembra leveza. E é assim que o fluity é. Um tecido maleável, uma malha superfina, fresquinha e confortável.

O fluity é fabricado com poliamida, microfibra e lycra. Uma composição que faz toda diferença na fluidez, elasticidade e no toque do tecido, que é extremamente macio.

As peças fabricadas com o fluity caem bem para todos os tipos de corpo já que o caimento do tecido não forma volume podendo ser um modelo drapeado ou justo.

Recentemente a Vestido de Chita começou a fabricar peças com o fluity e a aceitação foi um sucesso. O Vestido Jude já é um dos queridinhos.

O conforto e leveza do tecido são destacados pelas clientes. Além de combinar em peças para todas as ocasiões.

Você já tem alguma peça com o fluity? Conta pra gente sua experiência nos comentários desse post.

 

A elegância do veludo está com tudo!

13.abr.2017

Ele não passa despercebido e ainda dá um ar elegante ao seu look. Estamos falando do veludo, este tecido que voltou a figurar em muitas coleções de moda e foi eleito o material do inverno 2017 no mundo fashion. A tendência é forte, tanto que ele foi destaque na última temporada da São Paulo Fashion Week, além de estar presente nas passarelas de marcas internacionais.

Não se pode negar a versatilidade desse tecido. Nas coleções mais recentes, ele aparece em vestidos, macacões, jaquetas, saias, shorts, calças e blusas. É o tipo de peça a ser produzida que vai determinar qual a densidade, se é um veludo mais encorpado ou mais leve. Em vestidos acinturados, por exemplo, o ideal é uma versão mais densa do tecido.

Um bom vestidinho de veludo mostra que você é elegante, que sabe usar um item clássico de estilo e traz maturidade ao seu look. O toque macio do veludo e o brilho discreto fazem com que você possa usar peças feitas com ele tanto no trabalho quanto em eventos noturnos. O que vale é o bom senso: evitar escolher um veludo muito brilhante em ambientes formais é uma dica importante.

Já que o assunto do momento é ele, vamos saber sobre a história do veludo? O tecido foi criado no século XIII e era utilizado apenas pelos nobres. Por isso ele é associado à sofisticação. Tudo mudou na década de 1970, quando a indústria da moda retomou seu uso e passou a criar peças atuais feitas em veludo. De lá para cá, ele sempre voltou a estar presente nas passarelas e nas ruas.