tubinho

Xadrez Príncipe de Gales: o clássico que virou moderno

28.mar.2018

Tons de cinza em riscos irregulares formam o clássico xadrez inglês – ou escocês

Quase todo xadrez é clássico, né?! Assim como o poá, as listras, a combinação de preto e branco… Mas esse xadrez, minha gente, habita os armários de mães e avós há algum tempinho. Mas é agora, em pleno 2018, que as passarelas e as vitrines se renderam de vez a todo o charme do Príncipe de Gales.

Riscas irregulares – e praticamente monocromáticas – formam o xadrez, que foi criado pela condessa Seafield na Escócia, no Século XIX, para vestir os guarda-caças. Mas o print ficou mesmo conhecido por meio do Príncipe de Gales, Edward VII, na Inglaterra.

Se, antes, os blazers, as calças, os coletes e as peças mais pesadas – e masculinas – é que ostentavam a estampa, agora, ele ganhou o guarda-roupas feminino, em peças delicadas e tubinhos empoderadores. E deixou os tecidos invernais para se adaptar ao inverno menos rigoroso do Brasil.

Na Vestido de Chita, o xadrez dá forma a um dos modelitos mais procurados: o Vestido Charme. Com manguinhas, corte reto e comprimento acima do joelho, o clássico tubinho é um look moderno para mulheres clássicas – e elegantes. Aqui, a modelagem mais ajustada ao corpo é combinada à elegância do print.

A ousadia dos sapatos vermelhos contrasta com os tons de cinza do print

Na Inglaterra, onde se popularizou, o xadrez é conhecido como Glen Check; na França e em Portugal, como Prince de Galle; e, na Áustria, é chamado de Esterhazy.

O clássico Príncipe de Gales – título dado ao filho mais velho do Rei ou Rainha da Inglaterra – é composto de cinza – ou bege – o que dá liberdade para criar infinitos looks divertidos. Para quebrar a sobriedade do clássico, por exemplo, é possível usar um acessório colorido, como um scarpin vermelho verniz ou mesmo uma bolsa mais tcham.

Retrô e clássica, a padronagem ainda deve persistir por muitas temporadas nos armários e closets femininos

 

Tubinho: o revolucionário que virou clássico

04.ago.2016

Desde que Yves Saint Laurent revolucionou o mundo da moda, lançando um vestido justo, em contraponto aos volumosos modelitos dos anos 1960, o tubinho vem sido reinventado ao longo do tempo. Os cortes simples e descomplicados da peça clássica valorizam a silhueta, de forma discreta e – por que não? – sensual.

Não importa o comprimento, o tecido, a cor/estampa. A versatilidade do tubinho é universal e atemporal.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Com babado na barra, ganha em romantismo; com manguinhas, certo tom de formalidade; decotes, fendas, alcinhas e estampas conferem despojamento. E por aí vai… A depender dos acessórios e da produção, é ótima pedida para o trabalho, para os eventos sociais, para ir à igreja, ao cinema, ao parque…

Este slideshow necessita de JavaScript.

De tubinho, a gente entende!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Na Vestido de Chita, o clássico tubinho inspira todas as modelagens. E serviu de base até para os macaquinhos, que já são numerosos no guarda-roupas de nossas clientes.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Dicas:

  • Saltos altos alongam a silhueta, corrigem a postura e são ideais para uma produção clássica;
  • Para não errar, aposte em um scarpin de salto médio;
  • Sapatos estilo kitten heel  (com saltos entre 3,5 e 5 centímetros) também são uma ótima opção para os dias intensos e compridos;
  • O uso de tênis com saias e vestidos já está sacramentado no Brasil e deve ganhar de vez as ruas no próximo verão. Os tubinhos também podem ser combinados ao calçado informal, a depender de onde será usado. Uma dica infalível é: desfila antes na frente do espelho e, se gostar, vá!

Tire os casacos do armário. É inverno!

20.jun.2012

Você já pegou o banquinho, abriu o maleiro do armário e tirou a poeira dos casacos? E as botas, já engraxou? Nããão?????!!!! Então coooooooooooorra. O inverno começa exatamente às 20h09 desta quarta-feira (20) e você precisa estar preparada.

Oh Deus, na sua cidade não faz frio. Ou já fez o que tinha que fazer (é o famoso frio da época de Pecuária em Goiânia? rs). Então corra para aproveitar as novidades da Vestido de Chita e se jogue nos modelitos decotados (se na sua terra não tem neve) ou complemente a produção com jaquetas e casacos (previsão do tempo diz que a mínima desta quarta deve ser de 15 graus).

Vejam só que gracinha o Vestido Bibi, o mais novo lançamento da Vestido de Chita:

Detalhe:

Isso sem falar nessa discreta estampa, que mistura oncinha – hit do inverno – e candy color.

O Vestido Bibi custa R$ 99 (à vista) e R$ 109 (cheque).

Gostou? Experimente!!! Basta mandar e-mail para vestidodechita@gmail.com e solicitar uma visita. Atendemos em domicílio em Brasília, Goiânia, Luiz Eduardo Magalhães (BA), Barreiras (BA) e Serra Dourada (BA).

Você pode aproveitar a promoção e ainda ganhar um presente da Vestido de Chita. Clique aqui e saiba como.